sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Reconstruindo os muros caídos em sua vida

Neemias tinha solicitado ao rei Artaxerxes uma autorização para que os muros de Jerusalém fossem reconstruídos.

Seu posicionamento, incomodou a muitos que não queriam que os muros fossem reconstruídos. Mas o Senhor o fez prosperar e, a reconstrução foi refeita.

Ao chegar no sétimo mês, todo povo de Israel, ajuntou-se à Porta das Águas para ouvir por sete dias, Esdras lendo o Livro da Lei.

Aquelas palavras eram tão impactantes que, imediatamente, o povo começou a se prostrar diante do Senhor com o rosto em terra. (NEEMIAS 8.8).

Este ato de adoração ao Senhor, vinha seguido de muitas lágrimas, clamor e gemido diante do Pai.

Eu descobri em alguns comentários bíblicos que os textos lido por Esdras, possivelmente foram os de Levítico 26 e Deuteronômio 28. Se você for ler esses dois textos verá que eles são quase a repetição um do outro. Eles mostram as benção e maldições que cada um receberá se obedecer ou desobedecer ao Senhor: "Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra dos egípcios para que não fosseis seus escravos; e quebrei os timões do vosso julgo e vos fiz andar direitos." LEVÍTICO 26:13). "O Senhor te confirmará para si por povo santo, como te tem jurado, quando guardares os mandamentos do Senhor, Teu Deus, e andares nos seus caminhos." DEUTERONÔMIO 28:9).

Essas palavras foram dadas a Moisés no Monte Gerizim para o povo que Deus havia livrado da fúria de faraó. O povo chorava e se lamentava tanto que, Neemias resolveu dar-lhes uma palavra de conforto: "Este é dia consagrado ao Senhor, vosso Deus não choreis nem vos lamenteis." (NEEMIAS 8:9). "Calai-vos, porque este é dia santo; por isso não vos entristeçais, porque a alegria do Senhor é a vossa força." (v.10)

Neemias falava ao povo para que não se entristecessem com aquelas duras palavras do Senhor para eles! Se eles continuassem tristes, ficariam fracos e não suportariam mais nada! Mas se eles se alegrassem no Senhor, eles seriam fortes, e venceriam, pois a alegria do Senhor seria a força de cada um deles.

As vezes o Pai nos conserta de um modo duro! Ficamos a nos queixar, a nos defender, a acharmos que temos razão, que estamos certos, que não devia ser assim... ah... se fosse de tal jeito seria melhor! Se o Senhor falasse comigo de tal forma, com tal palavra, eu não ficaria assim...

Eu já ouvir alguém dizer que, se nós pregamos aquilo que não vivemos ou vivemos aquilo que não pregamos, somos mentirosos.

E muito de nós declaramos: "Abro mão dos meus sonhos..." ou então "Eis-me aqui!", "Eu me rendo, eu me rendo a Ti! Todos os meus sonhos são Teus! Declaramos: Somos apaixonados por Ti! Te amamos! Faremos aquilo que Tú quiseres! Quem sou eu sem o Senhor! Faz-me morrer para mim mesmo! Enche-me de Ti!"

Falamos, falamos, mas na hora H, começamos a nos entristecer e a querer as coisas segundo o desejo do nosso coração e não do coração do Pai. E se a nossa vida não é nossa, se a nossa vida pertence a Ele como declaramos, Ele tem direito de fazer o desejar de nós e de falar aquilo que Ele quiser conosco.

No Salmo 73.25-28a, o salmista faz uma linda pergunta a ele mesmo. Depois de um longo período questionando uma série de coisas, ele faz a seguinte declaração em forma de pergunta: "A quem tenho eu no céu além de Ti? Na terra não quem eu deseje além de Ti! Para mim, bom é, aproximar-me de Deus."

Existe declaração de confiança e de certeza maior que essa? Podemos passar por situações difíceis, afrontas de irmão, ou duras palavras do Senhor. Quem era Davi? Rei de Israel, homem segundo o coração de Deus! E o Senhor usou o profeta Natã para dar-lhe um recado duríssimo quando este pecou com Bateseba.

Moisés não foi permitido entrar na terra prometida, porque ele feriu a rocha, num ato de raiva, desobedecendo a ordem do Senhor. Jonas, por não ouvir a voz de Deus foi engolido por um grande peixe!

Deus é assim: Ele estabelece reinos, levanta príncipes, destrona governantes, destrói exércitos... Faz o que quiser, na hora que quiser! Ele é soberano! E nós? Quem somos nós? (SALMO 8:4). Não somos nada! Não temos nada para oferecer o Senhor!

Começo a entender porque o povo à Porta das Águas chorava continuamente ao ouvir as palavras do Senhor. Elas eram duras sim! Mas retratavam eles mesmos! Retratavam sua condição pecaminosa, sua falta de amor a Deus, sua ingratidão pelos livramentos que Ele lhes tinha dado no deserto! Assim como nós somos! Assim como eu sou! Temos o grave defeito de nos acharmos sempre com razão. Digo isso por mim. Ás vezes diante dos outros, queremos nos mostrar sempre os donos da verdade. Somos sempre vítimas e jamais culpados! Porém diante do Rei das Nações, não podemos usar máscaras. Ele nos vê por dentro! E isso dá uma vergonha, né? Tenho me sentido envergonhada diante do meu Senhor. Ele me vê sem maquiagem, assim como eu sou! Não dá pra se esconder!

Mesmo que as minhas vergonhas apareçam como aconteceu com Adão e Eva no Édem, eu não preciso me entristecer! Ele corrige aquele a quem Ele ama! Se Ele me ama, então Ele me corrige e eu sempre estarei pronta a aceitar a Sua correção! Aleluia!

Precisamos morrer para nós mesmos. Precisamos reconhecer nossos pecados e limitações, pois a recompensa Ele dará (DEUTERONÔMIO 28).

Ele sempre cuida de nós e, precisamos é reconhecer isso. Que deixemos a ingratidão de lado! Que paremos de correr atrás de coisas e, que possamos contemplar a mão do Senhor a cada dia ao nosso lado. Que possamos nos esvaziar de nós mesmos e entender que na verdade, Ele é tudo que nós precisamos e nada mais! E por mais dura que sejam as Suas Palavras para conosco, por mais difícil que seja a prova ou repreensão que Ele nos faça passar, não vos entristeçais. Sabe por que? Porque a alegria do Senhor é a vossa força!

Deus te abençõe,

Um comentário:

Adorart disse...

Olaaaa

Fikei pasma quando li um comentario seu no meu blog
Infelizmente e verdade mesmo o meu grupo ta precisando de dialogo com todas.Nos estava muito unidas o diabo se enfureceu e provocou inimizade.
Nossa historia e longa somos em 2 grupo se unimos somente para fazer apresentaçoes.Fora isso so um grupo ministra todo domingo dança juntamente com o louvor.A nossa luta e fazer um grupo so.O que acontece e que uma das lideres nao quer ela diz que nao sentiu de Deus ainda.Nos integrantes sentirmos um grupo so.Mesmo assim tem akeles que e do contra como sempre.
Eu creio que Deus tem o melhor para derramar em nosso meio mas e por causa dessas pequenas coisas que nao acontece.
Peço que orem por nos pois precimaos muito.
Vou procurar saber do livro e ler ele.O unico livro que li ate h0je foi o Louvai a Deus com Danças da Bel Coimbra

Passe la ta atualizado

Bom fim de semana pra vc